Clos de Tapas retoma simples prazer de comer

Do mesmo grupo do Kinoshita e Attimo, o Clos de Tapas nasceu para ser uma referência da moderna cozinha espanhola. O que incluía espumas, esferificações e apresentações surpreendentes em pequenas porções (tapas). Tudo, verdade seja dita, com muito sabor. Mas com a saída da chef Ligia Karazawa, em dezembro de 2013, o proprietário Marcelo Fernandes decidiu abrir mão das estripulias para apostar em pratos bem servidos com clássicos da Península Ibérica.

As entradas agora podem ser compartilhados, como o saboroso polvo a galega (R$ 58)

As entradas agora podem ser compartilhados, como o saboroso polvo a galega (R$ 58)

Para isso trouxe o chef Juca Duarte, ex-braço direito de Ligia, que já assina o novo menu da casa. Ao lado do fideua com frutos do mar (R$ 73) surge o arroz de pato (R$ 88), o leitão confitado (R$ 69), o cordeiro com mil-folhas de mandioquinha e bacon (R$ 78) e o cuscuz marroquino com robalo, vieiras e camarão (R$ 79).

Camarões grelhados com pupunha (R$ 41): simplicidade com gostinho de praia

Camarões grelhados com pupunha (R$ 41): simplicidade com gostinho de praia

Nas entradas e sobremesas, o minimalismo das porções também desaparece, para alegria de todos, tornando o restaurante mais atraente não só para grandes ocasiões.

Veja alguns dos pratos do novo menu.

Cordeiro da Patagônia com mil folhas de mandioquinha e bacon (R$ 78)

Cordeiro da Patagônia com mil folhas de mandioquinha e bacon (R$ 78)

Lulas e minipolvos empanados. Petisco perfeito servido com molhinho de cambuci (R$ 37)

Lulas e minipolvos empanados. Petisco perfeito servido com molhinho de cambuci (R$ 37)

Fideua com frutos do mar (R$ 73) um dos poucos pratos que ficaram do menu antigo

Fideua com frutos do mar (R$ 73) um dos poucos pratos que ficaram do menu antigo

Cuscuz marroquino com camarão rosa, vieiras canadenses, lula e robalo (R$ 79)

Cuscuz marroquino com camarão rosa, vieiras canadenses, lula e robalo (R$ 79)

Gaspacho frio de morango, iogurte, brioches e gelatina de vodca (R$ 25)

Gaspacho frio de morango, iogurte, brioches e gelatina de vodca (R$ 25)

Alfajor de doce de leite com bolinho de chuva e sorvete de coco queimado (R$ 27). Pitada do sub-chef argentino Juan Rigo

Alfajor de doce de leite com bolinho de chuva e sorvete de coco queimado (R$ 27). Pitada do sub-chef argentino Juan Rigo

Posts Relacionados:

Cinco restaurantes para não perder no Rio de Janeiro

Já faz alguns anos que a cena gastronômica no Rio vem competindo quase de igual para igual com a paisagem. E tem coisa mais prazerosa do que comer bem com uma pela vista, ou depois de satisfazer as papilas, ajudar a digestão com uma caminhada de encher os olhos? Pois aí vai um miniroteiro de restaurantes que estão ajudando a Cidade Maravilhosa a ser ainda mais atraente.

- Mauá
Localizado no último andar do MAR, Museus de Arte do Rio, inaugurado em 2013 em meio ao caos das obras que ainda tomam o entorno da Praça Mauá, o restaurante aposta em pratos moderninhos à base de ingredientes brasileiros e não decepciona. Aposte no espagueti de pupunha com frango recheado com queijo manteiga e bacon, com vinagrete de tamarindo. De sobremesa, não deixe de provar o bolinho de chuva com doce de leite e amêndoas. Na verdade, vale a pena ir lá só pra comê-los e ver a incrível arquitetura do novo museu.

Espagueti de pupunha com frango com bacon, recheado com queijo manteiga e vinagrete de tamarindo, no Mauá

Espagueti de pupunha com frango com bacon, recheado com queijo manteiga e vinagrete de tamarindo, no Mauá

Bolinho de chuva mais leve que o ar, com doce de leite, crocante e amêndoas, no Mauá. Sobremesa pra sair voando

Bolinho de chuva mais leve que o ar, com doce de leite, crocante e amêndoas, no Mauá. Sobremesa pra sair voando

- Pipo
Do chef Felipe Bronze, a casa na rua Dias Ferreira (número 64)tem pretensões de ser boteco, mas está mais para uma lanchonete moderninha (esqueça a cozinha molecular aqui), com pratos pra compartilhar e porções bem boas, a preços nada camaradas (mas vale a pena). Pontos para o porquinho laqueado ao gengibre e tucupi e o inesquecível sanduíche de ostra empanada. Pequena que era tão pequenininho!

Sanduíche de ostra empanada com maionese de ostra. Por que mesmo não tem versão maxi?

Sanduíche de ostra empanada com maionese de ostra. Por que mesmo eles não fazem uma versão maxi?

Porquinho marinado no tucupi com moyashi, no Pipo. Grata surpresa

Porquinho marinado no tucupi com moyashi, no Pipo. Grata surpresa

- CT Boucherie
Claude Troisgros é sinônimo de boa comida no Rio. Com quatro casas em formatos que combinam a informalidade do carioca, com a qualidade francesa, o chef do programa “Que Marravilha”, da GNT, nunca decepciona. Na Boucherie, o foco são as carnes. Você escolhe um corte e se delicia com os acompanhamentos que chegam aos pouco, e sistema de rodízio, servidos na própria panela ou assadeira. Não deixe de provar os legumes na manteiga, a farofa de pão e o purê de maçã.

Absolutamente tudo no CT Boucherie é delicioso. Claude, me ensina a fazer a farofa de pão?

Absolutamente tudo no CT Boucherie é delicioso. Claude, me ensina a fazer a farofa de pão?

- Reserva TT Burger
Seguindo a mesma verve do pai, o jovem chef Thomas Troisgros inovou com sua lanchonete gourmet, no Arpoador. O cardápio só tem um único hambúrguer, que você pode desconstruir e tirar algo que não lhe agrade (nem pense em fazer isso com o picles de chuchu ou o catchup de goiabada. São deliciosos!). De vez em quando o sanduíche ganha um ingrediente surpresa para sair da mesmice e provar que é possível ficar ainda melhor. Mas importante mesmo é pedir o milkshake (que eles chamam de Sacode) de doce de leite com flor de sal. Inesquecível.

Milkshake, ou Sacode, como eles gostam de chamar, de doce de leite com flor de sal, no TT Burger. Combinação perfeita

Milkshake, ou Sacode, como eles gostam de chamar, de doce de leite com flor de sal, no TT Burger. Combinação perfeita

- Roberta Sudbrack
Um dos restaurantes mais conceituados – e caros – do Rio, a casa da chef Roberta Sudbrack é daqueles dignos de celebrações e pompas. Às sextas-feiras, na hora do almoço, é possível provar o menu degustação (com entrada, prato principal – uma das opções é o picadinho que ela servia para o ex-presidente FHC no Planalto – e sobremesa), por R$ 155. Mas, pelo preço, deixa a desejar. Não que não seja bom, longe disso, mas talvez se tenha mais espaço para surpresas memoráveis à noite, quando a variedade de pratos é maior.

Costelinha de alfaiate com purê de batata feito por Roberta Sudbrack. De derreter na boca.

Costelinha de alfaiate com purê de batata feito por Roberta Sudbrack. De derreter na boca

* Imagens: Juliana Bianchi

Posts Relacionados:

Natureza vira arte reciclada

Uma fileira de formigas graúdas, verdes, azuis ou vermelhas, caminhando sobre um galho de madeira sobre o aparador da sala ajuda a lembrar que a natureza ainda sobrevive lá fora. Colorida, alegre e cheia de força própria. Assim é o trabalho do artista plástico Pedro Malvão, que há quase 15 anos deixou um emprego formal de lado para dar assas ao seu lado criativo.

A série Tartarugas, feita com madeira reaproveitada. Foto: reprodução Facebook/Pedro Malvão

A série Tartarugas, feita por Pedro Malvão com madeira reaproveitada. Foto: reprodução Facebook/Pedro Malvão

Primeiro munido de cola e papel, depois reaproveitando todo tipo de sucata e pedaços de madeira encontrados nas praias e matas de Paraty, ele vem dando vida a formigas, borboletas, arraias e pererecas coloridos em sua arte ecológica incomparável.

formigas

Olha as formigas do Pedro aí. Não dá até vontade de ter a casa invadida?

Com peças espalhadas pela Europa, Estados Unidos, Canadá, Japão e América Latina, Pedro surpreende pela delicadeza, seja em peças pequenas ou gigantes, muitas delas feitas com elaborado trabalho de machetaria, que podem custar mais de R$ 30 mil. Sem dúvida, uma ainda mais nobre de unir arte e sustentabilidade.

Uma das pererecas psicodélicas de papel machê feitas por Pedro Malvão

Uma das pererecas psicodélicas de papel machê feitas por Pedro Malvão

Pra ter uma ideia do lindo trabalho em madeira

Pra ter uma ideia do lindo trabalho em madeira machetada

Posts Relacionados:

Salada sem graça, nunca mais

Comidas prontas e industrializadas não são muito a minha praia, mas quando alguma coisa fica bem acima da curva na mesmice dos supermercados abro uma exceção pra dividir a novidade. Caso dos molhos prontos Briannas, que a Aurora começou a importar. Fabricados há 30 anos em Austin, no Texas, eles têm sabores totalmente diferenciados, capaz de tornar qualquer saladinha sem graça numa refeição bem digna. Experiência própria.

Molhos cheddar com pimenta chipotle, mostarda dijon com mel, Caesar com queijo Asiago  e alcaparra com vinagre de champanhe

Molhos cheddar com pimenta chipotle, mostarda dijon com mel, Caesar com queijo Asiago e alcaparra com vinagre de champanhe

Entre os sabores estão o Caesar com queijo Asiago (que tem um leve toque de alho), o de mostarda dijon com mel (bem levinho), o de alcaparras com vinagre de champanhe, o francês picante com pimentão e o de cheddar com pimenta chipotle. No total são oito opções, todas no mesmo naipe de sofisticação.

A empresa garante que todos são feitos com ingredientes frescos e óleo de canola, e nenhum contêm glutamato monossódico, nem produtos químicos. O frasco com 355 ml custa de R$ 20 a R$ 25. Já está à venda no site da Wine.

 

Posts Relacionados:

Mesa fantasma

A beleza e simplicidade funcional do design escandinavo estão mais perto e acessíveis. Responsável por reunir as peças mais bacanas produzidas por empresas e designers dos países nórdicos – Dinamarca, Suécia, Noruega e Finlândia – a Scandinavia Designs está de casas novas. Sim, no plural, já que a loja virtual ganhou outra roupagem e o showroom físico mudou dos Jardins para o Brooklin.

Mesa Illusion, da Essey: beleza e simplicidade unidas

Mesa Illusion, da Essey: beleza e simplicidade unidas

E para marcar tantas mudanças, estão chegando novidades incríveis. Caso da mesa Illusion, que mais parece um fantasminha. Criada pelo designer John Brauer, fundador da Essey, ela é moldada a partir de uma placa de acrílico apenas com calor, e pode ser encontrada nas versões fosca e colorida.

Veja outras peças lindas que já podem ser encontradas na loja virtual.

Flip Around, banquinho, mesa lateral e bandeja: curinga

Flip Around, banquinho, mesa lateral e bandeja: curinga

Fruteira Bowl Dropp!, em silicone colorido: funcionalidade decorativa

Fruteira Bowl Dropp!, em silicone colorido: funcionalidade decorativa

Com superfície 3D, a cadeira Dent, da Bla Station, é feita com madeira folheada, moldada por prensagem quente

Com superfície 3D, a cadeira Dent, da Bla Station, é feita com madeira folheada, moldada por prensagem quente

 

 

Posts Relacionados:

Guia para a 1ª viagem a Viena

Meu lugar no mundo sempre foi Paris. Com sua iluminação dourada, seus prédios históricos bem conservados, suas centenas de museus, cafés, bistrôs e linhas de metrô. Era tudo que eu queria para viver feliz. Mas isso foi até conhecer Viena e seus parques, seus concertos ao ar livre, sua gente… e sua iluminação dourada, seus prédios históricos bem conservados, suas centenas de museus, cafés e bistrôs. Não à toa, em 2011, foi eleita a melhor cidade do mundo para se viver.

Não tem coisa mais vienense que arrumar um cantinho nas inúmeras áreas verdes para ouvir música, ler ou fazer um piquenique

Não tem coisa mais vienense que arrumar um cantinho nas inúmeras áreas verdes para ouvir música, ler ou fazer um piquenique

A melhor época para ir a Viena é, sem dúvida, a primavera, quando a neve que invariavelmente cobre a cidade no inverno já foi embora, as tulipas já estão brotando nos parques e a temporada de concertos – muitos deles ao ar livre e de graça – começa (veja a programação). Não tem coisa mais vienense que arrumar um cantinho no gramado da Praça da Prefeitura, da Karlsplatz ou de uma das 2 mil áreas verdes da capital, para ouvir música clássica, ler ou ver um filminho.

Olha que dignidade, a tábua de frios da feirinha vem com base de madeira e faca de verdade. Depois é só devolver

Na feirinha, os frios vem com tábua de madeira e faca de verdade. Basta devolver

Aproveite para fazer um piquenique à base de salsichas (teste várias nas barraquinhas de rua mesmo), embutidos variados e vinho local (sim, Viena tem vinhedos ainda no perímetro urbano. Prefira os brancos).

Se puder, prove também as cervejas e o ponche com framboesa feito com vinho espumante. É viciante e levinho.

Para quem vai pela primeira vez à cidade outros programas também são obrigatórios, como:

1- Conhecer a Ópera Estadual (mesmo se você não gosta de ópera)

Conhecer a Ópera Estadual (mesmo se você não gosta de ópera)

Visitar cada metro quadrado do Palácio de Schönbrunn sentindo-se a própria Sissi, a imperatriz. Construído para ser o palácio de verão dos Habsburgo, ele foi todo inspirado em Versailles, inclusive os jardins

Visitar o Palácio de Schönbrunn sentindo-se a própria imperatriz Sissi. Construído para ser casa de verão dos Habsburgo, ele foi todo inspirado em Versailles, inclusive os jardins

Ir ao Palácio Belvedere e ter a honra de ver de pertinho as obras de Gustav Klimt

Ir ao Palácio Belvedere e ter a honra de ver de pertinho as obras de Gustav Klimt

Perder a hora entre as barracas e restaurantes do Naschmark. Aproveite para provar um típico schnitzel

Perder a hora entre as barracas e restaurantes do Naschmark. Aproveite para provar um típico schnitzel

Fazer uma pausa no Café Central, onde Freud e Trotsky costumavam ir, para admirar sua arquitetura e decoração originais de 1876. Difícil será escolher entre as dezenas de doces e cafés

Fazer uma pausa no Café Central, onde Freud e Trotsky costumavam ir, para admirar sua arquitetura e decoração de 1876. Difícil será escolher entre as dezenas de doces e cafés

Admirar a perfeita harmonia entre o moderno e o clássico nas margens do Danúbio. Isso vale para os prédios, os restaurantes, o convívio harmonioso de carros e bicicletas e os grafites

Admirar a perfeita harmonia entre o moderno e o clássico nas margens do Danúbio. Isso vale para os prédios, os restaurantes, o convívio de carros e bicicletas e os grafites

O tempo será curto para visitar todos os museus próximos ao Palácio Imperial de Hofburg e ao MuseumsQuartier? Visite-os pelo menos por fora e repare na beleza das obras expostas ao ar livre e na movimentação da cidade em torno deles

O tempo será curto para visitar todos os museus próximos ao Palácio Imperial de Hofburg e ao MuseumsQuartier? Visite-os pelo menos por fora e repare na beleza das obras expostas ao ar livre e na movimentação da cidade em torno deles

Voltar no tempo no Prater, um parque de diversões datado de 1766 quase às margens do Danúbio. E o melhor, você só paga o brinquedo que escolher. Não há entrada

Voltar no tempo no Prater, um parque de diversões datado de 1766 quase às margens do Danúbio. E o melhor, você só paga o brinquedo que escolher. Não há entrada

Ver a cidade do alto da Torre do Danúbio, um mirante de 252 metros, no meio do Donaupark que dá vista 360º. Escolha um dia bem claro

Ver a cidade do alto da Torre do Danúbio, um mirante de 252 metros, no meio do Donaupark que dá vista 360º. Escolha um dia bem claro

Perder-se pelas ruas do centro histórico, conhecido como Ring, até encontrar a Catedral de Saint Stephan, datada de 1147. Quando estive lá, uma exposição com luzes psicodélicas davam ar de balada ao local histórico

Perder-se pelas ruas do centro histórico, conhecido como Ring, até encontrar a Catedral de Saint Stephan, datada de 1147. Quando estive lá, uma exposição com luzes psicodélicas davam ar de balada ao local histórico

Se ainda sobrar tempo, invista em uma visita ao borboletário do Burggarten (Schmetterlingshaus), às vinícolas – onde é possível fazer tours guiados e degustações – e aos restaurantes de comida típica, como o Plachuttas, pertinho da Ópera. Quanto à famosa Sacher Tarte, depois de provar algumas, parei de ganhar calorias à toa. Tem “tortas”, ou bolos, muito melhores por lá.

Posts Relacionados:

Pão em casa

Foi a Lígia, uma das pessoas mais descoladas que eu conheço, quem deu a dica: “tem uma amiga fazendo pão e vendendo pela internet. Ela entrega em casa”. A ideia de poder comprar online e ainda receber em casa uma das coisas que mais amo, fresquinho e quentinho, era boa de mais pra ser verdade. Lá fui eu para o site da Beth Bakery.

Minhas compras: biscoitos de cacau e pão de linhaça com castanha-do-Pará

Minhas compras: biscoitos de cacau e pão de linhaça com castanha-do-Pará

Na página você encontra as fornadas programadas para a semana, que podem ser de baguetes integrais, pães multigrãos, de azeitona, canela e passas ou de linhaça com castanha-do-Pará (R$ 12, cerca de 400 g), que provei. Todos feitos com fermentação natural e produtos orgânicos. O pedido pode ser pago por transferência bancária ou PayPal e tem que ser feito até quarta-feira, ou seja, dois dias antes da entrega. Confesso que essa espera foi torturante, mas, faz parte.

Na sexta combinada, a Beth teve um pequeno problema com os motoboys que entregam as encomendas, então o pão chegou no meio da tarde e eu já não estava mais lá para ver se ainda estavam quentinhos (acho que não). Mas só de chegar em casa à noite e saber que tinha um pãozinho fresquinho e cascudinho pra devorar, já foi delicioso.

Biscoitos de cacau, mas pode chamar de bolinho: são bons do mesmo jeito

Biscoitos de cacau, mas pode chamar de bolinho: são bons do mesmo jeito

Aproveitei para provar também um dos docinhos da Beth. Entre bolos e cookies, ataquei de biscoitinhos de cacau que, apesar de estarem mais para bolinhos do que para biscoitos, estavam deliciosos (R$ 16, 200 g). Recomendo.

Posts Relacionados:

Café com gostinho de Colômbia

A singularidade dos terroir de cafés da Colômbia é tema da primeira Limited Edition da Nespresso de 2014. No total, são duas novas cápsulas, a Cauca e a Santander. A primeira, feita com grãos cultivados nas encostas das montanhas a sudoeste do país tem aromas frutados e de vinho, e grande suculência, com intensidade 6.

Novos blends com terroirs da Colômbia

Novos blends Cauca e Santander: terroirs da Colômbia só até o fim de maio

Já o Santander, vem de uma região mais seca e íngreme, a noroeste da Colômbia, onde os cafés crescem protegidos por altas árvores. Daí os grãos gerarem um café de intensidade 7, com notas de pão tostado e caramelo.

Cada pack com 10 cápsulas está à venda até fim de maio por R$ 25. Uma caixa especial com duas xícaras e dois pires decorados nas cores das cápsulas também pode ser encontrada nas lojas da  marca por R$ 125.

Minimalista, a nova máquina Nespresso chega com edição limitada na cor Blue Sky

Minimalista, a nova máquina Nespresso chega com edição limitada na cor Blue Sky

Outra novidade é a linha de máquinas Inissiam, com design mais minimalista, que chega por R$ 369, nas cores branco, preto, vermelho-rubi e, por tempo limitado, azul céu.

Posts Relacionados:

Gisele no Dia das Mães da Vivara

E lá vem Gisele mais uma vez, linda, leve, loira e coberta de joias. É ela o rosto da nova campanha de Dia das Mães e Namorados da Vivara, que será lançada hoje à noite durante evento no restaurante Chez Oscar, em São Paulo.

Making off da nova campanha da Vivara, com Gisele Bündchen

Making of da nova campanha da Vivara, com Gisele Bündchen

Fazendo a linha mãe sensual, a top aparece com braceletes vazados, colares de pérolas caindo nas costas – no melhor estilo Jennifer Lawrence no Oscar – e brincões. Ao lado da filhota Vivian, Gisele fotografou em Nova York, sob a direção de arte do Giovanni Bianco. Confiram as imagens do making of.

As imagens foram feitas por Luigi & Daniele + Iango

As imagens foram feitas por Luigi & Daniele + Iango

A maquiagem ficou por conta de Virginia Young, cabelo de Luigi Murenu e styling de Patti Wilson

A maquiagem é de Virginia Young, cabelo de Luigi Murenu e styling de Patti Wilson

Posts Relacionados:

Páscoa sem chocolate

As mamães que quiserem fugir do ovo de chocolate para comemorar a Páscoa com as crianças – ou mesmo aquelas que precisam achar uma alternativa para os filhos alérgicos – ganharam uma contribuição mais do que bem-vinda. A grife Enfance vestiu de coelhinho os 11 soft toys da coleção Les Amis e criou um kit com pegadas adesivas em formato de patinhas para ajudar na construção da caça ao tesouro.

Bichinhos da coleção Les Amis de Páscoa vêm com pegadas adesivas em formato de patinhas de coelho

Bichinhos da coleção Les Amis de Páscoa vêm com pegadas adesivas em formato de patinhas de coelho

Entre os personagens – cada qual com uma personalidade própria – estão o leão Nicholas, o elefante Alain, o hipopótamo Arthur e a porquinha Amélie. Cada bichinho sai R$ 220.

Mas para quem não abre mão mesmo do ovo, a marca fez parceria com a pâtisserie Pati Piva e oferecerá um pacote com ovo de chocolate ao leite com casca recheada de brigadeiro (150 g), por R$ 280, na loja virtual.

Quem não abre mão mesmo do ovo pode escolher o kit bichinho + ovo Pati Piva

Quem não abre mão mesmo do ovo pode escolher o kit bichinho + ovo Pati Piva

Posts Relacionados: