À caça de futuras estrelas Michelin em Paris

postado em: Gourmet | 0

A nova edição francesa do respeitado guia Michelin saiu na semana passada, e algumas mudanças no ranking de estrelas apontam para alterações que merecem a atenção dos gourmets em busca de promessas. De uma só vez, três restaurantes considerados “mais simples” dentro da estrutura de um hotel cinco estrelas foram coroados com sua primeira estrela: a brasserie Le 114 Faubourg, do hotel Bristol (que já tem três estrelas no restaurante Epicure), o o La Cuisine e  o Il Carpaccio, ambos no Le Royal Monceau-Raffles.

Restaurante La Cuisine, no hotel Royal Monceau-Raffles
Restaurante La Cuisine, no hotel Royal Monceau-Raffles

O bom resultado obtido pelas casas localizadas no Monceau é reflexo de um forte trabalho para posicionar o hotel remodelado por Phillipe Starck em 2010 entre os melhores endereços de alta-gastronomia da cidade. Inaugurado pouco depois, o  hotel Shangri-la permaneceu com as duas estrelas obtidas em 2012 pelo restaurante

L’Abeille. Mas, ao que tudo indica, isso deve mudar em 2014, uma vez que seu chef,  Philippe Labbé, foi eleito chef do ano pelo Gault & Millau, outro respeitado gua gastronômico da França, no fim de 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *