Cupuaçu agora é chocolate

postado em: Gourmet | 0

Já vai para mais de cinco anos quando, durante uma entrevista, o chef Alex Atala me contou que havia quem estivesse tentando fazer chocolate a partir das sementes do cupuaçu, em um tempo em que o próprio produto feito com cacau começava a ganhar qualidade no Brasil. Louca como sou pela fruta, achei a ideia sensacional, mas imaginava o tremendo desafio que seria.

Pois o produtor Diego Badaró, sócio da Amma Chocolate, não só abraçou a causa como não desistiu até chegar a um resultado que lhe agradasse. Nascia, assim, o Theobroma Grandiflorum, ou melhor, a barra de chocolate de cupuaçu desenvolvida com as amêndoas torradas da fruta plantada na Mata Atlântica, no sul da Bahia.

chococupuaçu1

Com aroma típico de cupuaçu e notas de maracujá, o que também reflete numa acidez acentuada na boca, ele é bem mais untuoso do que o chocolate tradicional (o cupuaçu tem exatamente 30% mais manteiga do que o cacau). O que garante uma textura bem aveludada, que lembra uma ganache.

O processo todo de produção leva 30 dias, mas as barras já podem ser encontradas no mercado, nos principais empórios gourmet, como Casa Santa Luzia, St. Marche e Empório Santa Maria, por R$ 18. Vale pela novidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *