Design com vista no Rio de Janeiro pós Olímpico

postado em: Viagens | 0

Enquanto as condições da Vila Olímpica tornam pública uma face “rude” do país, do outro lado do Rio outra construção consegue inspirar. Inaugurado em Botafogo, o hotel Yoo2 é o primeiro da bandeira do empresário John Hitchcox e Philippe Starck, no país. Não que isso signifique ter os traços do designer francês por todos os cantos. Pelo contrário. Vem da designer de interiores Melina Romano a tropicalização do projeto feito pelo escritório londrino. A proposta da companhia é que cada hotel no mundo tenha sua identidade própria.

 

Vista da Baía de Guanabara do topo do novo hotel design Yoo2, no Rio. Foto: Ju Bianchi
Vista da Baía de Guanabara do topo do novo hotel design Yoo2, no Rio. Foto: Ju Bianchi

 

Nas áreas comuns e nos 143 apartamentos prevalecem móveis assinados por designers brasileiros, como Marcelo Rosenbaum, Fernando Jaeger, Leo Romano, Marcus e Rodrigo Ferreira, peças de decoração com toque vintage e uma cartela de cores bem tropical, com muito verde, turquesa e toques de amarelo. “Minha preocupação, desde o início, era trazer para os ambientes contemporaneidade e sofisticação, além de um toque de brasilidade”,  afirma a designer, que ainda valeu-se de ladrilhos hidráulicos da década de 20 e modelos criados especialmente para o hotel para dar um toque diferenciado aos quartos, banheiros, bar e restaurante.

Pisos de ladrilho hidráulicoe papel de parede com tema tropicalista no teto são alguns dos diferenciais de design dos quartos. Foto: Divulgação
Pisos de ladrilho hidráulico e papel de parede com tema tropicalista no teto são alguns dos diferenciais de design dos quartos. Foto: Divulgação

 

Envelopado com imagens hiper-realistas de folhas, o elevador traz outra surpresa na parte interna, onde um grafite de Marcelo Ment feito na parede do fosso pode ser visto ao longo de toda viagem pelos andares. Um spa e uma academia de ginástica ainda estão previstos para o fim do ano em um imóvel anexo.

No topo do edifício de 13 andares, o bar do terraço com vista para a Baía de Guanabara e o Pão de Açúcar, promete ser um dos lugares mais disputados por hóspedes e visitantes. De acordo com Alexandre Gehlen, diretor-geral da Intercity Hotels, responsável pelo gerenciamento exclusivo da marca no Brasil, a ideia é manter uma ativa programação de happy hours e pocket shows no espaço, que também conta com carta de drinks com cachaça assinada por Jean Ponce (ex-bartender do restaurante D.O.M).

Da piscina do Yoo2, vista para o Cristo Redentor. Foto: Ju Bianchi
Da piscina do Yoo2, vista para o Cristo Redentor. Foto: Ju Bianchi

Para comandar o restaurante Cariocally, no térreo, foi chamado o gaúcho Marcelo Schambeck, que a partir de agora se dividirá entre o Rio e seu premiado restaurante Del Barbiere, em Porto Alegre. “Vou trazer produtos artesanais da serra, como salame e copa”, avisa o chef, que na estreia arrancou aplausos dos convidados com o creme de milho fresco com camarão e manteiga queimada e a costela laqueada de 12 horas.

O chef-revelação ainda será responsável pelo menu praiano do rooftop (onde também está a piscina com vista para o Cristo Redentor) e pelo serviço de quarto.

Para pegar as melhores vistas, tente conseguir um quarto com finais 8 a 12, que dão para a frente do hotel. E fuja dos apartamentos laterais em andares baixos, onde a linda paisagem carioca dá lugar à parede descascada de um estacionamento. As diárias custarão a partir de R$ 560.

Uma segunda unidade do hotel chegou a ser anunciada em Porto Alegre, mas Gehlen avisa que os planos estão temporariamente suspensos. “Achamos melhor esperar um pouco mais para ver como a economia do País reage.”
(Post publicado originalmente no Blog Angela Klinke)

 

 

 

Posts Relacionados:

Deixe uma resposta