Festa junina gelada

postado em: Gourmet, Pequenos Prazeres | 0
Gelato de quentão da Le Botteghe di Leonardo, feito em parceria com o Instituto Brasil a Gosto. (Foto Bruna Gobbi)

 

Não é a primeira vez que a sorveteria Le Botteghe di Leonardo aposta nos doces juninos para garantir o fluxo de clientes nessa época do ano, quando as baixas temperaturas afastam os brasileiros dos gelatos – o que não acontece na Itália, diga-se de passagem. Mas esse ano mestre gelataio Marcelo Lima a resolveu ir além na similaridade dos sabores e juntou-se ao chef Thiago de Andrade, do Instituto Brasil a Gosto, para ajudar na criação do menu inspirado em quitutes e ingredientes típicos festa.

Nascia assim os sorvetes de bolo de fubá (com direito a toque de erva-doce e tudo), de maçã do amor (o que menos curti, talvez pela falta da crocância da casquinha de açúcar que, vamos combinar, é o grande charme do doce), o de quentão, e os meus preferidos, arroz-doce (com a textura dos grãozinhos) e batata-doce (que fico idêntico àquele doce roxo em forma de coração, com pedacinhos de batata no meio do sorvete e tudo). Não perca a chance de degustar todos antes de escolher a sua bola preferida.

Sorvete de milho verde e quentão da Pine&Co. (Reprodução Instagram)

O cardápio sazonal estará à venda em todas as unidades da marca até o fim de julho.

O tema também foi parar na produção da pequena e deliciosa Pine&Co, em Pinheiros. Lá, os irmãos Daniel e Raphael Lee acrescentaram os sabores de paçoca, a inusitada combinação de milho verde com quentão e a canjiquinha com gelato de canela, que é servida num ramekin.

Mas corre que a oferta só vai até o fim de junho, quando também saem da vitrine da Davvero, no Itaim, os sorvetes de vinho quente e batata-doce.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *