Happy hour à italiana chega a São Paulo

postado em: Gourmet | 0

Foi a fotógrafa brasileira Andrea Maia, radicada na Itália, que me apresentou, logo em nosso primeiro happy hour em Milão, o estilo local de celebrar o fim do expediente. Basta pedir o primeiro drink da noite para sua mesa ser invadida por algum tipo de aperitivo – que pode ir de um simples amendoim ou batata chips a um canapé não requisitado.

Trio de apertiivos para acompanhar o primeiro drink da noite no Milanino. Foto: divulgação
Trio de apertiivos para acompanhar o primeiro drink da noite no Milanino. Foto: divulgação

Em alguns casos, como aconteceu comigo uma vez, lhe é indicada uma farta mesa com pães, queijos, brusquetas, nuts e legumes grelhados para você se servir à vontade. Sério mesmo? Sério. Parte-se do princípio de que não é possível beber sem beliscar. E como a bebida sai (teoricamente) mais cara que a comida, os bares arrumam uma desculpa extra pra você ir ficando, bebendo, e consumindo mais e mais.

A casa no Itaim traz para São Paulo um antigo hábito italiano. Mas também é possível pedir porções e pratos. Foto: Divulgação
A casa no Itaim traz para São Paulo um antigo hábito italiano. Mas também é possível pedir porções e pratos. Foto: divulgação

Já incorporado por todas as casas na Itália, o serviço acaba de chegar ao Brasil pelas mãos de Milena Maggi – neta do restauranter Fuad Zegaib, dono do Dinhos’s Place –que morou em Milão por três anos. A experiência será feita no Milanino, bar-restaurante recém-inaugurado no Itaim, onde, junto com o primeiro drinque pedido entre 18h e 20h, de terça a sexta-feira, será servido um trio de especialidades para petiscar.

Pra encerrar a noite e levantar a glicose, vá de porção de minichurros. Foto: divulgação
Pra encerrar a noite e levantar a glicose, vá de porção de minichurros. Foto: divulgação

Entre elas mini-hambúrguer, bruschetta e panzerotti em, segundo Milena, quantidade suficiente para acompanhar a bebida. O que inclui alguns clássicos italianos como Negroni, Bellini e Spritz. Se o petisco não for suficiente para matar a fome (ou o horário exceder), é possível ir de pratos mais encorpados, como salmão milanino (R$ 49) e penne al funghi (R$ 39).

Serviço:
Milanino
Rua Jerônimo da Veiga, 153, Itaim – São Paul (SP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *