Pequenos prazeres da minha cozinha

postado em: Gourmet | 0

Distribuir amor em bocados. Contar histórias a partir de ingredientes reunidos como se fossem palavras num texto bem cuidado. Propiciar pequenos prazeres gustativos no escritório, durante a dieta, em dias de festa ou na TPM brava. Esse é o princípio da minha cozinha. Da louca da cozinha. Que de tanto ler, entrevistar chefs, pesquisar ingredientes, colecionar receitas e frequentar a cozinha dos outros, aprendeu a meditar entre as panelas, picando, mexendo e combinando alimentos.

Nos últimos anos, meus momentos de paz mais intensa e alegria foram na cozinha. Na minha e na das escolas por que passei. E, a pedido dos amigos, comecei a comercializar as comidinhas que já vinham fazendo sucesso entre quatro paredes. Assim nasceu a aba da loja no Conta-Gotas, numa tentativa de concentrar num só lugar todas as informações para quem se interessasse em compartilhar minhas descobertas.

2015-05-17 15.44.58E como em casa de ferreiro, o espeto costuma ser de pau, acabei nem contando formalmente a vocês mais esse passo em busca dos pequenos prazeres da vida. Então, aí está. Faço deste post minha carta de apresentação nesta nova fase cozinheira-curiosa, com o desejo mais profundo de alimentar a alma de cada um com minhas descobertas.

A primeira delas foram as barras de cereal, que nasceram por uma necessidade pessoal de me alimentar melhor, principalmente à tarde. A famosa hora do pão de queijo. Mas como tem dias que a gente está mais para sal do que para doce, logo veio a granola salgada. Que ao longo do tempo (e com a ajuda dos amigos que também ficaram fãs), foi ganhando novos usos – no peixe, na sopa, no frango, com iogurte, aperitivo – extrapolando a parceria com as folhas da salada.

foto

Depois vieram as tortas doces – chocolate amargo com caramelo salgado e limão siciliano. Porque a gente malha (não muito), faz regime (às vezes) e se esforça pra ficar em forma (na verdade é mais um desejo), mas não tem nada que nos deixe mais feliz do que um docinho, certo?

Daí em diante foi mesmo a curiosidade e o desejo de sempre ousar um pouco mais, de me superar e surpreender aos outros, que guiou tudo. E continua guiando.

Não sei onde essa história vai dar, mas ter chegado até aqui já é uma felicidade imensa. E precisava dividir isso com vocês. Cada vez mais, sintam-se à vontade na minha cozinha. Naveguem na loja, conheçam, peçam e se deliciem. Espero que gostem. Me contem. E voltem. Será sempre um prazer. Bem-vindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *