Seis tendências de decoração para ficar de olho

postado em: Casa | 0

Esse foi o primeiro fim de semana da Casa Cor São Paulo, evento de decoração que nesse ano comemora 30 anos, boa parte deles sediados no Jockey Club. Com 70 ambientes, a edição traz agradáveis surpresas, como a maquete ultradetalhista de uma casa em 13 m² assinada por Brunete Braccaroli, um antigo vagão de trem transformado em lounge Art Deco por Leo Shehtman, uma casa pré-moldada 100% sustentável criada por Mindlin Loeb e a Dotto Arquitetura (que está à venda por R$ 380 mil) e a estreia do jovem arquiteto Nildo José, de apenas 27 anos, que arrasa com uma jabuticabeira suspensa (kokedama) dividindo sala e quarto e um banco fixo que percorrer todo o apartamento de 44 m² ganhando diferentes funções.

A maquete projetada por Brunete Fraccaroli mostra todos os ambientes de uma casa em detalhes. Foto: Ju Bianchi
A maquete projetada por Brunete Fraccaroli mostra todos os ambientes de uma casa em detalhes. Foto: Ju Bianchi

 

As tendências minimalistas apresentadas no Semana de Design de Milão 2016 também estão lá, assim como o azul klein e as formas arredondadas dos anos 70 e 80, que já se viam no ano passado, mas que agora ganham ainda mais força na decoração. “O arredondado no living aproxima as pessoas, facilita a interação. Mas é preciso ter personalidade para optar por peças com esse desenho, especialmente em imóveis pequenos”, alerta Moacir Schmitt Jr, da Casa Design Interiores.

casa cor casa design
No projeto de Moacir Jr e Salvio Jr, a boiserie vai para o teto, para dar mais intimidade ao ambiente que também conta com sofá arredondado para facilitar a interação. Foto: divulgação

Do passado, também voltam as boiseries, molduras em relevo (feitas em madeira, gesso ou polioretano) típicas das decorações francesas nos séculos XVII e XVIII, mas repaginadas. Isto é, feitas com técnica de impressão em 3D, em cores fortes ou instaladas no teto, que também vem ganhado mais atenção nos projetos. Estantes nichadas também apareceram em profusão na mostra dando mais movimento e personalidade à paredes. Mas cuidado, se por um lado esse estilo ajuda na organização dos objetos, também pode dar a sensação de redução do espaço com um todo.

Abaixo, outras imagens da mostra que exemplificam as seis principais tendências citadas acima.

Na sala projetada por Denise Barretto todas as tendências se unem: móveis arredondados, azul klien, boiserie e teto recoberto com papel de parede. Foto: Romulo Fialdini
Na sala projetada por Denise Barretto quase todas as tendências se unem: móveis arredondados com formas minimalistas, azul klein, boiserie e teto decorado. Foto: Romulo Fialdini

 

Damian Golovaty
No Lounge Art Deco projetado por Leo Shehtman dentro de um antigo vagão de trem, destaque para o teto trabalhado e o sofá com linhas arredondadas. Foto:Damian Golovaty

 

Roberto Migoto
Roberto Migotto também trouxe a estante nichada para sua biblioteca repleta por design assinado. Foto: divulgação

 

A valorização do teto também se fez presente na entrada do ambiente projetado por Roberto Migotto. Foto: divulgação
A valorização do teto também se fez presente na entrada do ambiente projetado por Roberto Migotto. Foto: divulgação

 

Nelson Amorim  e Roberto Cimino  também ampliaram a decoração da sala para o teto, que recebeu a aplicação do mesmo papel das paredes
Nelson Amorim e Roberto Cimino também ampliaram a decoração da sala para o teto, que recebeu a aplicação do mesmo papel das paredes dentro das molduras de gesso. Foto: divulgação

 

Mais um exmeplo da estante nichada, no ambiente projetado por Olegário de Sá e Gil Cioni. Foto: Marco Tiê
Mais um exemplo da estante nichada, no ambiente projetado por Olegário de Sá e Gil Cioni. Foto: Marco Tiê  

 

A edição 2016 da Casa Cor São Paulo vai até dia 10 de julho e os ingressos custam de R$ 26 (estudantes e idosos)a  R$ 65 (ingresso inteiro de sexta a domingo e feriados).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *