Talento à brasileira por tempo limitado

postado em: Gourmet | 0

Há 12 anos na França, mais especificamente em Lyon, onde comanda duas casas, o bistrô 36 Le Cosy e o gastrobar Sampa, a chef Fernanda Ribeiro se prepara para apresentar pela primeira vez sua cozinha autoral em sua terra natal.

De férias no Brasil durante o mês de novembro, ela dará uma palhinha de seu talento em quatro jantares exclusivos. O primeiro, no dia 5, feito a quatro mãos com a chef Tássia Magalhães, inaugura o rooftop do Fabbrica Ristorante.

 

Dia 8 é a vez de Larissa Januário abrir seu Jantar Secreto para um diálogo gastronômico entre França e Brasil. Três dias depois, na segunda-feira 11, Fernanda invadirá os domínios do chef italiano Antonio Maiolica, no Antonietta Cucina, recém-eleito a melhor trattoria de São Paulo pelo prêmio Comer e Beber, da revista Veja SP 2019.

Para encerrar, ela volta para o Tatuapé, seu bairro de origem na cidade, para cozinhar no Rios, do casal Rodrigo Aguiar e Giovanna Perrone (vencedora do programa Top Chef Brasil).

Já viu meu tour pelas melhores patisseries de Paris? Não? Então corre lá para o Insta.

JOVEM TALENTO

Formada em Gastronomia pela FMU, a chef tem em seu currículo passagens pelo Skye, D.O.M., e pela extinta Brasserie, de Erick Jacquin, que a incentivou a partir para a França, em 2007. Sem falar a língua, sem trabalho ou ter onde ficar, conseguiu ingressar no Grupo Paul Bocuse. Ao longo de dois anos, passou por seis das oito brasseries da marca. Em seguida, enfrentou a cozinha triplamente estrelada de Nicolas Le Bec e, um ano e meio depois, partiu para o Jules Verne, de Alain Ducasse, no segundo andar da Torre Eiffel.

Em 2017, ganhou o prêmio Jeune Talent (jovem talento) e, em 2018 e 2019, foi contemplada na categoria Cuisine d’auteur, ambos pelo guia Gault & Millau.

Sua cozinha combina uma rigorosa base francesa (herança de sua formação no Brasil e de seus sete anos de trabalho por lá) com uma bossa brasileira, sentida em ingredientes, temperos e saudade. Nesse sentido, suas receitas passeiam por referências familiares e viagens, sempre pontuadas por ousadia – como se vê na terrine de foie gras com banana em farinha uarini e no bobó de lagostim com bisque e chorizo.

Voltar de vez ao Brasil e montar um restaurante-sítio nos arredores da capital paulista está nos planos de Fernanda, mas nada para o curto prazo. Por enquanto, só nos resta experimentar uma lasquinha de seu talento.

Os ingressos para o primeiro jantar poderão ser comprados pelo e-mail: contato@grupodt.com.br ou pelo tel (11) 2893-5615.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *